sexta-feira, 6 de julho de 2012

Eu não gosto de cachorro e não tenho problemas com isso

Antes que me xinguem por causa do título, quero dizer que nem sempre foi assim, um dia eu gostei de cachorro, apesar do medo que sentia, tive um vira-latas  preto e amarelo a quem chamei de Tuti, porque eu adorava chiclete de tuti-fruti. Mas na época a casa era meio aberta e ele não ficava preso. A carrocinha levou, assim como a muitos outros cães da rua onde morava.
O fato é que eu não gosto de cachorro. Simples assim, não curto. Acho até bonitinho quem cuida e dá carinho e tudo mais, mas não é pra mim. Para falar a verdade, cachorros me irritam um pouco e seus donos me irritam ainda mais.
Sei que deve ter um monte de gente me xingando e desejando que eu seja castrado neste momento, mas a verdade precisa ser dita: amantes dos animais, existe sim gente que não gosta de cachorro e não maltrata os bichos.
Eu não gosto de cachorro, mas não maltrato e detesto quem maltrata. Mas não quer dizer que eu seja apaixonado por tudo que esses donos de cachorros babões (os donos, não os cachorros) fazem com seus bichos.
Eu detesto sair de casa de manhã para o trabalho e topar com um cocô de cachorro do tamanho do mundo na minha calçada. Por que o dono que ama tanto seu bicho e apregoa isso na internet para todo mundo ver não limpa a sujeira que o seu animal (o cachorro, não o dono) faz?
Outra coisa que eu não suporto é cachorro no shopping. Esses dias esperava minha cúmplice sair do trabalho na Livraria Cultura do Bourbon Shopping, quando entra um sujeito com um labrador. Não, ele não era cego e não era um cão guia.
Para mim, cachorro em shopping é o fim da picada. Dentro da livraria então, é pra morrer. Alguém precisa explicar para o dono do cachorro, que lugar de passear com o bicho é no parque, não no shopping. Cachorro em shopping para mim é como se alguém acendesse um cigarro, dá na mesma.
Por mais que vocês tratem os cachorros melhor do que tratam seus filhos, eles não são seus "bebês", são bichos e bichos não passeiam no shopping.
Querem dar diversão para o cachorro, levem-no em uma pet shop. Tem um pet center enorme ali na avenida General Olímpio da Silveira, na Santa Cecília. Só não sei se eles permitem a entrada de animais, acho que não...
Ah, e só um toque: se você tem tendências tratar melhor seu bicho do que seus filhos ou qualquer outra criança, lembre-se que essa criança pode se tornar um adulto que maltrata animais. Tem gente que gasta mais co cachorro em um dia do que o que eu gastava com o Pedro bebê em um mês. Lamentável.
Eu não gosto de cachorro, mas tem dono que merecia umas chineladas...

45 comentários:

jacaredeprata disse...

Também não gosto de cachorro.

Anônimo disse...

tb concordo com vc,e do mesmo jeito que tem um monte de pessoas que não escondem que não gostam de gatos tem outras que não gostam de cachorros só que qdo fala que não gosta de gato ninguém fala nada e se falar que não gosta de cachorro lá vem um monte de criticas, não sei pq qual a diferença? gato, cachorro são todos animais e cada um tem o direite de gostar ou não do que quiser.

Anônimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Gilberto Cunha disse...

Concordo plenamente e digo mais: Adoradores de cachorros não tem o menor respeito por nada. Acham que seus animais podem latir a noite toda, cagar nas praças e parques, morder pessoas, descer em elevadores, enfim fazer o que eles desejarem. Olha essa comunidade aí.
http://www.orkut.com.br/Main#Community?cmm=2274713

Anônimo disse...

concordo com vc cachhorro eh cachorro tem os trata como gente precisam ir ao psicologo pois isso ja foi comprovado como doença

Anônimo disse...

eu não gosto de cachorro mas também não maltrato, e detesto pessoas que maltratam qualquer animal. para mim, lugar de bicho é na natureza, solto e em liberdade. não aprecio animais presos de gaiolas, jaulas etc. gostar mas sem exageros.

Ione Magrassim disse...

Também não gosto de cachorro...
O cheiro me deixa muito irritada e com nojo,fui literalmente forçada a uma situação de ter que conviver com 2 e foi bem complicado.
Não gosto de contato, de pegar,de lambidas, e principalmente de limpar as sujeiras...
Queria saber porque e vim parar aqui,ms ainda não sei ...tenho 51 anos.

Anônimo disse...

tbm não gosto de cachorros nos estabelecimentos para humanos. Não gosto do cheiro de cachorro. O cheiro me irrita, não gosto que me lambem, subam em mim, limpar os escrementos deles então, nem pensar. atualmente estou sendo praticamente obrigada conviver com uma cadela e está sendo uma experiência difícil. Não maltrato cachorros e sinto repulsa por quem o faz. Ainda bem que muitas pessoas gostam pois eles são muito dependentes. Simplesmente não gosto de cuidar de um. Não vejo problema nisso.

Joyce Medeiros disse...

Então vc não gosta é de gente e não de cachorro, afinal todos os problemas citados foram causados pelas pessoas e não pelos cães... Concordo que shopping não é lugar de cachorro, mas creio que o cão não queria ver as novidades nas vitrines, certo?
Seu texto está tão simplório... assim como o cocô que cachorro faz na rua. Infelizmente, ou não, os cães não sabem limpar a própria caca (trabalho das pessoas), mas eles sabem fazer coisas muito mais extraordinárias do que isso, como ajudar pessoas deficientes, pessoas que têm depressão, salvar seu dono que se encontra em perigo, enfim... daria para escrever um texto com infinitas razões para sim amar os cães, um texto que não está ali somente para causar algum tipo de polêmica, um texto realmente e não um textículo, se é que me entende.

Não gosta de cães? Ok... Talvez seja coisa de criação, ou não... Mas, desculpe-me, razões para isso VC não tem.

Espero que meu comentário não seja removido, pois creio que a partir do momento que colocamos nossas opiniões em um blog que todos podem ler e comentar, devemos estar preparados para opiniões contrárias às nossas.

Anônimo disse...

Concordo plenamente com você Joyce Medeiros,caes são maravilhosos,alem de ajudarem as pessoas em varios momentos e situações.
Em relação às necessidades deles(o nome ja diz:NECESSIDADES),todos os seres vivos tem o direito de fazer as suas necessidades,inclusivo os animais,e também de darem e receber amor,carinho e confiança.
Quem não quer amar um animal é porque NÃO é amado.
E pra falar a verdade,eu prefiro bicho do que gente.Pessoas são hipócritas,e os animais não,pessoas não saber dar valor à criação de Deus,pessoas são os únicos seres vivos que fazem o mau com total consciência dos seus atos.Os animais podem ate fazer mau à alguem,mas em sua defesa.

Marcelo de Souza disse...

Minha cara Joyce. Obrigado pelo seu cometário e, sim, meu texto é simplório, porque o objetivo deste blog é ser simplório mesmo. Se eu quisesse escrever algo rebuscado, falaria sobre as obras de Sartre, porque sim, sou capaz disso, mas optei por ser simplório. Quanto a não gostar de cachorro, simplesmente não gosto. Não acho fofinho, nem nada. Agora, posso garantir que minha criação foi muito boa, caso contrário eu maltrataria animais, o que não é o caso. Sobre o anônimo que comentou seu comentário, só tenho a dizer que sou muito bem amado e amo minha família. Se o fato de eu não amar um cachorro te incomoda tanto, quem tem problemas é você. Talvez algum ser humano possa ter feito algo de ruim para sua pessoa, ou sei lá, é coisa de criação. Abraços, continue comentando. O blog está um pouco desatualizado, mas vocês são todos bem vindos.

Anônimo disse...

Olá, Boa Noite eu não tenho nada contra as pessoas que gostam e amam seus cachorros e respeito as pessoas que tbém não curtem ....Pois eu adoro cavalos e pássaros gosto de ir ao sítio tratar das criações, mas lá eles estão bem e felizes, por vontade minha jamais iria querer um cachorro dentro do meu ap, pois não teria lugar pra correr,divertir fazer as necessidades adequadamente... e eu não iria corresponder o carinho que as vezes ele iria ter de outro animal se estivesse livre como temos nosso cantinho acho que eles tem que ter o deles organizado, higienizado...com comida...enfim...Mas como nem tudo é como a gente acha que tem que ser....eu e meu marido estamos com uma femea e um filhote aqui no ap....na cozinha pois não tem lugar....estamos tratando do filhote na seringa....e da mãe tbém ...estava desnutrida....não esta sendo fácil....sei que é uma fase ....mas hora nenhuma eu me apeguei a eles trato com carinho pois é uma mãe precisando que alguém alimente seu filhote....mas meu Marido amaaa loucamente os animais eu respeito mas ele me respeita tbém e me entendi ...Obrigado !!!!

Anônimo disse...

Também não gosto de cachorros, mas já tive vários quando criança. O último viveu 17anos e tive que chamar o veterinário para sacrificá-lo, pois ele estava muito doente, mas depois disso não quero mais nenhum. Fico pensando nas pessoas que dizem que "preferem os animais do que as pessoas". Será que vão pensar assim quando ficarem velhas ou doentes e precisarem de alguém que cuide delas. O cachorro pode ser bonitinho, mas não vai fazer comida ou te dar banho se ficar doente ou incapacitado. Mesmo vivendo num mundo conturbado, ainda tenho fé nos seres humanos.

Cacau disse...

Infelizmente muitas pessoas acham que podem falar sobre os nossos sentimentos em relação a não gostar de animais, como não sabem o que é sofrer de alergias e nojos pois em muitos lugares e até entre a nossa própria família os que dizem que gostam mais deles do que dos humanos não respeitam o nosso sentimento e até por saúde desse ser humano,e que quando precisam de alguem pra cuidar, ficar em um hospital, em casa ou precisam de nós pra qualquer coisa querem nos obrigar a gostar dos seus animais de estimação, eu tenho uma questão bem chata, pois tenho parentes que tem cachorro e que os tratam melhores do que qualquer criança e deixam ate morder as mesmas e pior dão comidas de gente pro cachorro e comem do mesmo prato, a comida feita na casa tem pelo de cachorro e acham ruim quando comento que os acho, então só consigo pensar não amam seus animais de estimação pois não corrige, dão todo tipo de comida que faz mal e simplesmente acham higiênico o animal estar perto das refeições de convidados, se convidam e porque precisam de companhia dos amigos e não pra tratar mal seu convidado porque não tolera ser contrariado e acho que todos que vão a sua casa tem que deixar o animal lamber, subir, morder e dá o brinquedo ou o que seja que esteja em sua mão ou do seu filho, absurdo, não estou generalizando, mais apenas relatando o que presencio se isso e amar, o significado do amor pra eles é outro pois quem ama cuida principalmente dos seres humanos.Fica a dica.

Marco Orsini disse...

Bom dia a todos. Gostaria de ser respeitado por também não gostar nem um pouco de cachorros, porquê respeito os que gostam e respeito os próprios animais (não gosto mas também não maltrato). Mas respeitar não me obriga a GOSTAR, a querer contato, a brincar, a fazer agradinho e gracinhas, etc, etc... E, cara Joyce Medeiros, o fato disso não requer nenhuma razão, nem significa, principalmente, que eu não possa ter nenhuma razão para isso, como você julga, apenas porquê enxerga não haver razão. Não preciso ter uma razão para não gostar do lilás ou de jiló, não é mesmo? Agora, o que acho realmente triste é essa “dog-mania” exaberbada que toma conta da sociedade, onde donos desprezam gritantemente as regras de boa convivência em sociedade e o respeito ao próximo. Egoístas, importam-se apenas com seus “au-aus” e pouco importa a vizinhança, não aceitam reclamações sobre barulho e sujeira, não aceitam que seu animal (quando perturbador) se sacrifique um milímetro que seja em prol do sossego alheio, condenando toda uma vizinhança a se sacrificarem um quilômetro (e isso é o que mais vejo). O maior problema é o de LATIDOS DESCONTROLADOS, que garanto atormentarem uma multidão de pessoas, que perdem paz de espírito, sono, qualidade de vida, etc, etc. O animal (cão) pode não ser o culpado diretamente, mas não deixa de ser, no mínimo, uma espécie arriscada, problemática e inadequada para a convivência urbana e civilizada, já que sua tendência natural é ser exatamente barulhento, indisciplinado e dependente de um dono (que, na natureza, nem era o ser humano, mas um igual, o líder da matilha), o que exige um alto esforço de educação que poucos donos (educados e conscientizados) conseguem. E aí quem não tem nada a ver com isso é que aceitar e sofrer calado. Por trás desse “sincero” adorar cães, salvo exceções (também não generalizo), enxergo predominar uma transferência de um frustrado gostar de pessoas, para um mais fácil gostar de animal, afinal, diferente do humano, ele não reclama, não questiona, não se opõe, simplesmente é obrigado a aceitar tudo – uma versão moderna e até inconsciente de um escravo. Com todo o respeito, mas eu seria muito mais feliz numa sociedade SEM CACHORROS, mas que os respeitasse de verdade, não os fazendo de ESCRAVOS URBANOS e EGOÍSTICOS, devolvendo-os à Natureza, ou pelo menos o mais próximo disso, por exemplo vivendo em santuários naturais (assim como outras espécies, silvestres, como a meu ver o cão deveria ser tratado e realmente respeitado).

Joyce Medeiros disse...

Marcelo, não confunda simples com simplório.
Marco, estamos falando de animais domésticos e não de cães selvagens... Como devolveríamos um Pug à natureza?
E sim, concordo com você, às vezes simplesmente não gostamos de alguma coisa. Você está certo. Mas coloquei realmente em questão o fato do texto mostrar somente problemas causados pelas pessoas e não pelos cachorros, boa parte do seu comentário também mostra isso.
Só para deixar claro, eu amo cães pois sempre tive uma convivência saudável com eles e nunca tentei transformá-los em "escravos urbanos" (?) ou em "cães-quase-humanos", o que também acho errado.

Anônimo disse...

Gosto de cachorros não maltrato, mas tb gosto de inúmeros outros animais, como leão, girafa, e não é por isso que preciso ter um dentro de casa.
Os cachorros não são culpados, os donos sim, e concordo com o Marcos Orsini que cachorro para a maioria dos donos são "ESCRAVOS URBANOS e EGOÍSTICOS".
Mas pior de tudo é dono(a) de cachorro se achar no direito de levar seu "filhinho" na minha casa e exigindo que eu deixe o cachorro fazer xixi, vomitar, defecar e encher de pelos , meu sofá, meu tapete, que eu precise aceitar o cachorro sentar à mesa comigo, ficar latindo enquanto eu almoço, sacudindo pelos sobre a comida.
Já deixei de visitar amigos e receber amigos, pq não sabem respeitar meu espaço.
Respeito quem gosta de animais, mas tb exijo que respeitem meu espaço.

Anônimo disse...

Pra mim, cachorro é cachorro e deve ser tratado bem, mas como animal. Muitas pessoas tratam bichos melhor do que gente. Isso pra mim é problema. Um pessoa, amiga minha, veio na minha casa passar uns dias, ela é do tipo que ama animais...meu filho tem 3 aninhos e quando esta pessoa veio em casa, ele estava resfriado. Ele é muito carinhoso e algumas vezes ele ia de encontro a essa pessoa e dava beijinhos no braço dela. Depois de algumas vezes, percebi que a pessoa estava com nojo, e num determinado momento, recusou o beijo do meu filho. O estranho disso, é que o cachorro dela, lambe a boca dela e ela acha o máximo esquecendo, que o cachorro lambe o próprio ânus...Resumindo, o problema não são os cachorros e sim o jeito como algumas pessoas os tratam. Pra finalizar, outro dia peguei o elevador e havia uma senhora com um dalmata, falei para o meu filho que adora bichos: olha filho um cachorro...A dona do cachorro com arrogância estrema respondeu: O nome dele é Álan, como querendo dizer que chama-lo de cachorro fosse depreciativo, preconceituoso. Acho que em um futuro próximo, será crime chamar cachorro de cachorro...

Anônimo disse...

acho que os gatos são mas evoluídos do que os cachorros,gato e limpo ele sabe que o coco fede ele simpesmente cava sua latrina e depois tampa o coco pra não infectar o ambiente.agora cachorro além de comer muito faz bastante coco em qualquer lugar..eu amor gatos tenho 8 *- *

Anônimo disse...

Na minha opinião devemos tratar bem tanto os seres humanos como os animais, isso faz diferença no mundo. Eu não me dou bem com algumas crianças, assim como não me dou bem com alguns cachorros, isso porque cada um, criança ou cachorro teve um tipo de educação. Eu tinha um cachorrinho lindo, bem pequenino, da raça chihuahua, eu o eduquei para que não latisse, para que não fizesse xixi e cocô pela casa, e assim se tornou um cachorro muito bem educado,que não incomodava ninguém. Existem crianças que são bem mais barulhentas que muitos cachorros, mas nem por isso vou dizer que não gosto de criança. Isso é generalizar.Tenha um cachorro, gato ou filho mas com responsabilidade, tendo tempo suficiente para educá-los de forma correta e tenho certeza que vão amá-los.

Leo disse...

Cachorros não me irritavam tanto. Até pouco tempo. Eu tenho uma cadelinha de uma raça mais calma, então ela late pouco e não incomoda ninguém. Ela dorme dentro de casa, justamente para não incomodar os outros.
Meu vizinho adquiriu um cachorro para proteger a sua residência a 6 meses e ele solta o cachorro no seu quintal após as 11 da noite. É um filho da puta. Eu reclamei diversas vezes com esse retardado, mas não, depois de alguns dias o filha da puta volta a soltar o cachorro. Agora mesmo, são 1:31 da madrugada estou acordado por causa de latidos de cachorro.

O que mais me irritam, não são os cachorros, são os donos,que deixam os bichos latirem de madrugada e porque parece que a grande maioria não tem a menor noção de cidadania e bom senso.


E cara, e esse jeito meloso com que os donos falam com seus bichinhos é tão IRRITANTE. PORRA cachorro é cachorro! Ele nunca irá substituir o ser humano. Cachorro não é criança! Eu adoro cachorro mas porra, tem nego(no bom sentido, não estou sendo racista) que é muito sem noção.
O pior de tudo é que eu não posso reclamar contra latidos, dizer que eu sou contra. Parece que eu estou cometendo um pecado. Como se estivesse falando mal de alguma religião. É um fanatismo.

Vão tudo tomar no cu adoradores de cães. Aprendam a ser cidadãos e educar seus bichos para não importunar seus vizinhos. Você gosta de gosta do latido do seu cão? Acha bonitinho? A sua felicidade não pode ser construido a partir da infelicidade dos seus vizinhos.
Não gostou do que leu? Soca sua reclamação no cu. Vira gente.

Me desculpa ao autor do blog, mas eu precisava desabafar. Espero que não delete meu comentário.

Leo disse...

Cachorros não me irritavam tanto. Até pouco tempo. Eu tenho uma cadelinha de uma raça mais calma, então ela late pouco e não incomoda ninguém. Ela dorme dentro de casa, justamente para não incomodar os outros.
Meu vizinho adquiriu um cachorro para proteger a sua residência a 6 meses e ele solta o cachorro no seu quintal após as 11 da noite. É um filho da puta. Eu reclamei diversas vezes com esse retardado, mas não, depois de alguns dias o filha da puta volta a soltar o cachorro. Agora mesmo, são 1:31 da madrugada estou acordado por causa de latidos de cachorro.

O que mais me irritam, não são os cachorros, são os donos,que deixam os bichos latirem de madrugada e porque parece que a grande maioria não tem a menor noção de cidadania e bom senso.


E cara, e esse jeito meloso com que os donos falam com seus bichinhos é tão IRRITANTE. PORRA cachorro é cachorro! Ele nunca irá substituir o ser humano. Cachorro não é criança! Eu adoro cachorro mas porra, tem nego(no bom sentido, não estou sendo racista) que é muito sem noção.
O pior de tudo é que eu não posso reclamar contra latidos, dizer que eu sou contra. Parece que eu estou cometendo um pecado. Como se estivesse falando mal de alguma religião. É um fanatismo.

Vão tudo tomar no cu adoradores de cães. Aprendam a ser cidadãos e educar seus bichos para não importunar seus vizinhos. Você gosta de gosta do latido do seu cão? Acha bonitinho? A sua felicidade não pode ser construido a partir da infelicidade dos seus vizinhos.
Não gostou do que leu? Soca sua reclamação no cu. Vira gente.

Me desculpa ao autor do blog, mas eu precisava desabafar. Espero que não delete meu comentário.

Marcelo de Souza disse...

Olá Leo, seu comentário é muito bem vindo. Não vou deletá-lo por um simples "tomar no cu", afinal se ouve coisa muito pior na TV.

Anônimo disse...

Voc~e é um lixo que anda e escreve!

Anônimo disse...

Perfeito!!!! Penso da mesma forma. Agora parece que virou obrigação gostar de cachorro e ter um em casa....aff Eu acho alguns cachorros bonitos, fofinhos, mas na casa dos outros....rsrs Não quero um cachorro dentro da minha casa. Já chega a trabalheira que tenho em manter a casa limpa, mais um trabalho com cachorro não quero não, muito obrigada. Fora os gastos né, com veterinário, vacinas, banho e tosa.... Nem pensar!! E sobre as pessoas que tratam ccahorro como gente acho ridículo!!! Essa de passear com um cão dentro de um shopping, como se fosse um bebê é pra matar.... Já vi essa cena lamentável também.

Anônimo disse...

Também tenho horror a cachorros que ficam vindo em cima da gente, querendo lamber... um nojo!! E tem uns cachorros muitos chatos, que só sabem ficar latindo.... Sinceramente, não sei como os donos aguentam. Ou então são aqueles que passam o dia na rua e deixam o bicho em casa latindo, pra incomodar e infernizar a vida dos vizinhos.. E antes que me critiquem e me xinguem, uma ressalva: Eu não gosto de cachorro e não quero ter um em casa,é meu direito. Mas jamais maltratei ou fiz mal a algum cachorro. E se presenciar alguém matratando algum cachorro, eu denuncio na hora! Sou contra maus tratos e violência, de qualquer espécie, seja em humanos ou animais.

Anônimo disse...

EU PREFIRO CHEIRO DE CACHORRO DO QUE DE GENTE.PREFIRO LAMBIDA DE CACHORRO ..E NAO SUPORTO CRIANÇA COM NARIZ ESCORRENDO VINDO ME BEIJAR..MORRO DE NOJO.CADA UM E CADA UM

Anônimo disse...

Bem haja, adorei este seu post, tb eu partilho as suas ideias acerca dos animais, em especial sobre os cachorros. Também em Portugal, e em especial com o uso da internet, as pessoas começaram a dar um valor exagerado, e até a ver coisas que não existem nos cachorros. Infelizmente, e a experiência diz-me isso, quanto mais ligação os seres humanos têm com os câes, mais desumanas se tornam e menos se preocupam com a dor do seu semelhante (talvez pq os humanos têm personalidade própria e não lhes obedecem cegamente/incondicionalmente como os cães).
Quero agradecer-lhe por ter tido a coragem de escrever este post porque, e como diz Jack Kerouac,
acerca de uma pessoa ser diferente:
"Aqui estão os loucos. Os desajustados. Os rebeldes. Os criadores de caso. Os pinos redondos nos buracos quadrados. Aqueles que vêem as coisas de forma diferente. Eles não curtem regras. E não respeitam o status quo. Você pode citá-los, discordar deles, glorificá-los ou caluniá-los. Mas a única coisa que você não pode fazer é ignorá-los. Porque eles mudam as coisas. Empurram a raça humana para a frente. E, enquanto alguns os vêem como loucos, nós os vemos como geniais. Porque as pessoas loucas o bastante para acreditar que podem mudar o mundo, são as que o mudam."
Bjs
Fernanda

Anônimo disse...

Cada país tem suas tradições, suas cores e aromas característicos, q os destinguem dos outros, por isso é bom estar com os sentidos despertos quando visitamos outros países, outros lugares...mas, infelizmente, com eata onda gigante, que é a moda generalizada de se ter cachorro, a cada esquina q se passa o cheiro dominante é o de cão... Talvez isso seja um dos males da globalização q temos de conviver...o cheiro a cão... :(

Fernanda

Maicon disse...

Senhores, gosto de animais, gosto de cachorros... Mas longe de mim! Morro em apartamento e peguei, por pena um cão abandonado na rua há uns seis meses (a experiência esta sendo terrível) ele é enorme e esta incomodando toda minha vizinhança, com seus latidos, choros e arranhões na porta... Minha área, local onde ele fica, está sendo uma prisão para ele. Gostaria da ajuda der um desses amantes de cachorros... que eles arrumassem/achassem um lugar para este animal. Não tenho mais o que fazer, onde coloca-lo, pra variar resiste a comer ração, preferindo se multilar, se morder e coçar até sangrar e machucar feio. Onde passa a tal carrocinha, por exemplo? Não quero abandona-lo nas ruas... Me ajudem!

Marieci disse...

Obrigada pelo texto!
Já não me sinto só!!!rs

Anônimo disse...

eu tambem não gosto muito de cachorro tenho nojo de pelo em minha roupa dos latidos em meu ouvido toa vez que eu vou na casa do meu namorado sou obrigada a conviver com um cachorro que so falta me morde e não para de latir alem de querer comer tudo oque a gente esta comendo ou entrar no quarto toda hora deixando pelos e cheiro ruim pelo quarto mais so suporto isso pelo meu namorado. não quero que me julguem mais NÃO GOSTO MESMO DE CACHORRO DENTRO DE CASA E PORQUICE ISSO PRA MIM É INSUPORTÁVEL .

Renata Alves disse...

Li todos os comentarios acima e me identifiquei com varios. Achei até que eu tivesse algum problema por nao conseguir ter amor por cachorros, mas com o tempo percebi que os donos e que me fizerem ter esse sentimento. Na casa onde vivo tem dois, e que sao tratados como gente, sao chamados de filhos, netos, sobrinhos... coisas que me irritam profundamente.
E percebo que na verdade quem tem problemas, sao essas pessoas que idolatram seus animais, toda frustaçao que eles ja tiveram com as pessoas, os animais suprem pq eles nao tem opinioes. E acho que existem crianças que precisam de uma familia, sei lá,nao consigo entender.
Parabéns pelo blog , pq finalmente podemos expressar o que sentimos.

Anônimo disse...

Nossa!! Li todos os comentários, e tb me identifiquem com váaariosss...é bem assim!

Anônimo disse...

Como ia dizendo é bem assim! Tb não curto o mundo pet, tb não maltrato. Nunca tive um cão e nunca quis ter. Meu namorado infelizmente é super hiper apegado ao seu cão e isso tem atrapalhado mto nosso relacionamento.

Anônimo disse...

Continuando...já conversei MUITAS VEZES com meu namorado sobre os contras de se criar um cão dentro de um Ap. e principalmente sobre o animal dormir com ele na cama; já me irritei, já argumentei de todas as formas, mas NADA ADIANTOU!! Ele responde q esse já é o costume do cão e q não há o q fazer. Prá ele não tem problema nenhum o cão estar na cama conosco INCLUSIVE NA HORA DE FAZER AMOR, o que eu acho absurdo, o cúmulo. Ele acha normal. Isso me preocupa e até me entristece. E os pêlos então? Prá tudo quanto é lado! E as necessidades fisiológicas... faz onde quer! Difícil aguentar!! Neste exato momento estou na casa dele, passo alguns dias aqui. Ajudo fazer comida, sempre q acabamos de comer eu lavo a louça, sou muito carinhosa e acredito ser uma ótima namorada, mas...me recuso a limpar a sujeira do dog; aí já é demais! Latidos (muitos), pulgas, pêlos, sujeiras, dormir junto na cama (e ainda por cima fica se coçando- aaii q nojo! ) , atrapalhar o namoro...ai ai....não sei até quando eu aguento!

Anônimo disse...

Concordo com vc, tb acho porquice. Agora mesmo meu namorado está deitado no sofá e o cão dele está junto, debaixo do cobertor. Depois ele leva esse mesmo cobertor pra gente se cobrir na cama. Minha vontade é de 'soltar os cachorros prá cima dele'. Sem contar outras nojeiras q ainda não tenho coragem de contar. É uma situação tão estressante pra mim e meu namorado acha que é frescura...quer saber? Tô de saco cheio! ...

susuzynha disse...

não maltrato, mais não consigo gostar de cão e gato,,,, cavalo e passaros eu gosto

Anônimo disse...

O post já é meio antigo, né? Mas vai lá... Eu também compartilho da sua visão, eu tenho cães, mas são a minha primeira linha de defesa e só, cuidam da minha propriedade, são bem tratados, mas não vai além disso. Esse endeusamento que surgiu no Brasil como fator para saber quem é o "bom" e o "ruim" é na minha opinião, uma anomalia social muito perigosa, chamar um cão de filho, irmão, neto, é ridículo, sair por aí dizendo que confia mais em um cão do que no seu melhor amigo humano é extremamente irracional e seria o primeiro sinal da deterioração da sociedade humana... Preocupante...

Para me contactar envie email para: su21021@gmail.com disse...

Eu gostava de cachorro. Nunca mal trataria nenhum. A verdade é as pessoas são piores que cães o que é errado. Mas sim, viver com um cão, principalmente em apartamento, é uma falta de higiene... Por muito que se limpe é sempre uma nojice. E quem dorme com eles? Meus Deus... Mas o pior mm é venderem os cães a preços. Exorbitantes... São muito lindos na casa dos outros desde que eu não coma nem durma lá...

Anônimo disse...

Ufaaa que alivio saber que existem pessoas que pensam como eu!! Acho um desrespeito das pessoas nos obrigarem a gostar d cachorros e gatos! Que coisa!

Anônimo disse...

Eu fico feliz em saber que não sou só eu que não gosto de cachorro e muito menos de gato. Já tentei ter em casa, já até me afeiçoei, mas uma morreu, outro com o qual eu conversava e parecia que ele entendia tudo que eu falava, e até respondia com uns sons estranhos, de repente começou ficar estranho e morder todos da família, até que um dia fugiu atrás de uma cadela e nunca mais voltou. Hoje ainda tenho uma cadela em casa que minha filha insistiu pra ficar com ela, jurando que cuidaria dela, conclusão, quem é obrigada a cuidar e limpar todos os dias a sujeira que ela faz sou eu pois minha filha não tem tempo, já estou cansada e penso que não precisaria estar tendo todo esse trabalho, e o pior quando começa a latir e não para por nada! Isso tudo tem sido muito estressante, e tem me feito ver que eu realmente não gosto de nenhum tipo de animal em casa, e todos me recriminam e descriminam por isso! Acho um absurdo, eu prefiro cuidar de dez crianças do que de animais acho que é infinitamente mais importante do que animais. E acho extremamente ridículo essas mulheres que estão tratando animais como se fossem crianças e pior como se fossem filhos!!!! Gente isso é loucura!!
Deus diz, está na bíblia que muito mais importante para Ele são os seres humanos e não os animais. Todos os animais tem um propósito Divino mas nos humanos somos +++++ importantes.Uffa Falei

valdemir lidionel disse...

Bem já q estamos formando opiniões vou deixa a minha: quando escuto uma pessoa dizendo q o cachorro e o melhor amigo do homem e q confia mais em cachorros q em pessoas penso q estas pessoas estão muito mal de amizade ou pior são pessoas q fazem um analise das pessoas por elas mesmas e assim chegam nessa conclusão.
como bem disse nosso amigo jamais podemos comparar um animal com o ser- humano, como achar q um cachorro q caga em minha causada ou em minha casa seja meu melhor amigo? como achar q um cachorro quando eu piso no rabo dele mesmo sem quer e ele revida tentando me morder seja meu melhor amigo? sei q muitos devem estar pensado q tem ser-humanos piores q eles, e tem mesmo! mais nesse caso também são considerados animais perante a sociedade não e verdade? gostaria de deixar claro q não gosto de maus-tratos com animais, porem também não acho correto pessoas q tratam melhor os animais q as pessoas, e sei q tem muita gente assim, vcs me desculpem mais acho q deveriam alto se avaliar porque achar melhor ter um animal como melhor amigo não é uma coisa normal! sera q vcs não pensam assim porque é conveniente ter como melhor amigo um animal? afinal eles não tem opiniões própria não é? fica fácil ser amigo de alguém assim.

Anônimo disse...

na minha casa tem 3 cachorros
já pensei ate em ir embora por
causa deles motivos fede muito solta
pelos por todos lado briga que quase
mata o outro eu gosto de boi gente cavalo e outros animais

Anônimo disse...

Concordo com você. Eu, além de ter muito medo, não gosto de cachorro: do cheiro, do latido insuportável, de ficar querendo lamber as pessoas PORQUE ELES MORDEM, ATACAM.
Não gostar de cachorro é igual não ter religião: Tem sempre alguém querendo lhe mostrar que você tem ou gosta do que você não tem ou não gosta. Que intolerância!
Tem gente que não gosta e pronto. Não maltrato, mas não gosto. E odeio essa mania das pessoas acharem que cão é gente. Não é! É bicho e como tal, demarca território (urinando em tudo), é agressivo (é o instinto animal, morde (são da família dos lobos)E NÃO PODEM ANDAR SOLTOS PELA RUA E MUITO MENOS NOS PARQUES, DEFECANDO ONDE AS CRIANÇAS BRINCAM! Não consigo levar meu bebê no parque nem nos jardins. E NINGUÉM TEM QUE SUPORTAR SER ABORDADO (latidos, enfrentamento, lambidas) DOS CACHORROS DOS OUTROS. Bicho é bicho e quem tem que fique para si, não queira obrigar os outros a conviver. A escolha é sua, não dos outros. TENHAM SEUS BICHOS E RESPEITEM OS OUTROS QUE NÃO TÊM QUE CONVIVER COM SEU BICHO.
Tem que ter lei neste país para resguardar os direitos dos outros também, das crianças. Lugares para bicho e lugares para gente. Parque e jardim é para gente, para crianças, para se passear tranquilamente, sem ser abordado por bicho alheio. Na praia, então, só brasileiro mesmo.